domingo, 13 de setembro de 2009

Selo "Vale a pena ficar de olho neste blog"

Obrigada Vasco por este prémio que honra o meu espaço. Vale pela intenção com que circula e tendo chegado aí pela mão da Ana Paula é de sentidos duplicados.
Agora compete-me passar a mais 10 blogues que eu considere merecedores o que é complicado pois este número peca sempre por defeito e assim sendo, e assumo-o, que me perdoem os que não nomear e sintam-se por mim considerados de igual forma.
Devem os nomeados seguir as mesmas regras se assim o entenderem, claro.

8 comentários:

antonior disse...

Minha querida Maria Besuga,

Concordo que merece a pena "ficar de olho no teu blog" e o avultado, em quantidade e qualidade, grupo de seguidores que já tens atesta-o.

Gostaria que o meu espaço, mais modesto na frequência, também tenha esse merecimento. No entanto ao nomeares-me, sabes antecipadamente, que aumentas o meu pesar na necessidade de declinar, da mesma forma que já o fiz anteriormente e pelas razões que então mencionei.

Por isso, e porque penso ser de toda a justiça, vou reproduzir as palavras que escrevi para o Felix, do "Desambientado" em Julho passado, porque é em coerência com elas que tenciono manter-me em relação a este assunto:

"Apenas duas (algumas mais...) palavras sobre o assunto dos prémios dos blogs. Devo confessar-te que uma distinção por parte de uma pessoa como tu que respeito pelo carácter que manifestas nos conteúdos do teu blog e por atitudes que apreciei no passado me dá uma grande satisfação e seria um reconhecimento que exporia ao conhecimento público com todo o prazer. O problema consiste apenas em dois aspectos. Primeiro a quantidade ao desbarato que existe de selos desses disseminados pela blogosfera, que as pessoas vão, a maior parte das vezes atribuindo, com critérios que não se entendem, esvazia de intenção e desvirtua o significado dos mesmos. Isto é apenas uma opinião que espero me perdoes, na convicção de que falamos a mesma língua. Isto é, somos ambos, homens frontais. Por outro lado, um selo desses nas minhas mãos iria queimar, porque eu teria, por minha vez, de o atribuir a uma quantidade de outros, e isso seria uma ferramenta para semear injustiças e melindres que não quero fazer.

Por isso te agradeço, e coloco o selo plasmado num espaço imaginário do blog que eu vejo ( e quem ler isto também ! ). Portanto, não é uma questão de eu não ligar a estas coisas."

De qualquer forma como também a ele disse, o selo que me atribuis fica num local imaginário, na minha consciência e na memória.

Beijinho de carinho, aqui do lado.

Paula Raposo disse...

Muito obrigada!! Sensibilizada com o gesto, Maria.
Guardo os selos na barra lateral com o link para quem tem a gentileza de mos oferecer. Muitos beijos.
P.S.Vai já para o porticomosmeusolhos.

OrCa disse...

Caríssima amiga, fico sensibilizado pelo gesto como pelo afecto, que me orgulham, e constituem alento para prosseguir nesta viagem. Também por me sentir, com tal galardão, em tã boa companhia!

Sou, entretanto, nesta matéria da cepa dali do amigo «Antonior» e apoio-me nas justificações dele, que subscrevo inteiramente, para guardar este estimável selo no meu baú muito reservado de recordações agradáveis.

E se entendo a nobreza do gesto, que promove a partilha e vai no sentido de estreitar as malhas desta rede que se quer de afectos, debato-me com os mesmos pruridos éticos... de não saber bem a quem melhor os atribuir sem que vá ferir susceptibilidades em amizades incipientes ou, até, desmerecer involuntariamente alguém - por omissão - que esteja a dar os primeiros passos nesta aventura arrojada.

Mas o agradecimento fica aqui lavrado, de coração, e possa eu ser merecedor de ser assim distinguido, coisa que, quando não estamos nesta vida de ânimo leve, nos faz pesar mais a responsabilidade.

E, claro, em merecida troca de galhardetes, eu diria também, a quem nos ouça, que «vale a pena ficar de olho neste blog».

Um forte abraço.

wallper.lima disse...

Olá! Agradeço pelo selo, e também pelo comentário sobre Frida, é bom ver que apesar de não dizermos tudo, mesmo assim o fundamental é passado.
Sobre esse espaço que vc criou para os selos, achei legal, pois são tantos, que temos que arranjar um espaço só pra eles.
Bjos.
Waleria Lima.

mariabesuga disse...

ANTONIOR

Sabes bem que foi em consciência que te atribuí o selinho a que respeita este post.

Eu sabia antecipadamente que o rejeitarias tal como fizeste com o do Félix porque em coerência com as razoes que te levaram a declinar o dele.

Eu resolvi atribuir-to na mesma em coerência com as palavras com que te respondo no comentário do post anterior.
Quando atribuo não avalio previamente o potencial da pessoa declinar. Atribuo por gostar do espaço em causa e só por isso. O resto fica por conta do próprio.

Isto não é uma coisa de vida ou morte; Não é para levar assim tão à letra. Cada um é livre... e só assim faz sentido estar neste mundo virtual... e até na vida.

Beijo meu em ti sempre.

mariabesuga disse...

PAULA RAPOSO

Já lá vi o meu/teu selinho plantadinho no teu "porticomosmeusolhos".

Beijinho pa ti

mariabesuga disse...

ORCA

Jorge Castro, de afectos nos fazemos ou pelo menos eu assim o entendo e gosto de pensar os outros da mesma maneira embora todos saibamos que nem a todos se pode exigir que assim sejam no seu comportamento com os demais.

Parece filosofia barata mas não é que os afectos querem-se assim directos terra-a-terra à flor da pele o mais possível.

Não deve portanto preocupar-se por não aceitar o selinho. Aliás guardando-o no seu baú reservado de recordações muito bem salvaguardado estará com toda a certeza.

Já o disse aqui neste meu novo espaço criado para albergar este tipo de coisas que eu própria tinha alguma dificuldade em lidar com selinhos e desafios e prémios virtuais e de passar para os outros o testemunho do que me era chegado. Este espaço veio resolver a situação porque assim fica tudo aqui acomodado em espaço próprio sem interferir na normal organização do meu espaço primeiro que quero assim...

Pois sendo que a mim também pesa o sentido de responsabilidade de não estar nesta vida de ânimo leve, aqui ficam os meus agradecimentos pela sua observação final que percebo sentida.

Obrigada por ter vindo aqui “falar” comigo.
Um abraço forte também.

mariabesuga disse...

WALLPER LIMA

Não agradeça por favor porque a escolha é merecida. Gosto do seu espaço e já lhe tenho dito isso. Os conteúdos são interessantes e bem concebidos. É a sua forma de passar a mensagem do que com o sentido da arte tem a ver.

O espaço novo só para estas coisas foi a solução para não descartá-los. Ficam aqui.

Bjinho